Notícias

Vereadores homenageiam igreja, clube de tiro, Epagri e músico

Foto: Mauro Artur Schlieck

A CVJ homenageou na noite desta quarta-feira (20) a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias no Brasil, pelos seus 90 anos, a Sociedade Rio da Prata, pelos seus 75 anos, a Epagri, pelos 30 anos e também fez uma homenagem póstuma ao Waldemar Polzin. Elas foram propostas, respectivamente, pelos vereadores Maurício Peixer (PL), Sidney sabel (DEM), Henrique Deckmann (MDB) e Wilian Tonezi (Patriota).

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias iniciou suas atividades no Brasil em 17 de setembro de 1928. No dia 25 de outubro, a Igreja comemora em Joinville os 90 anos de construção da primeira capela da América do Sul, que fica na Rua Max Colin, 426. Nos últimos cinco anos, a organização doou aproximadamente R$ 50 milhões em projetos humanitários e outros programas de apoio local, inclusive com atuação no combate à pandemia de covid-19, com doação de equipamentos médicos, máscaras e alimentos em diferentes regiões.

A Sociedade Rio da Prata foi fundada em 1946 por João Voigt. Localizada no distrito de Pirabeiraba, é famosa por ter sido colonizada por imigrantes alemães. Foi palco de muitas festas tradicionais, como a Bandoneonfest e a Festa do Colono. A prática do tiro ao alvo ainda continua firme na Sociedade Rio da Prata, hoje com 50 atiradores na equipe.

A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) comemora este ano 30 anos de serviços prestados à agricultura familiar catarinense. Em 1991, o Estado uniu os trabalhos de pesquisa e extensão rural e pesqueira, somando décadas de experiências em diferentes áreas e fortalecendo ainda mais o setor. A Epagri se firmou junto à sociedade como empresa confiável e eficiente, sempre ao lado dos catarinenses que vivem no campo, e está presente em todos os municípios de Santa Catarina.

Ela dispõe de 13 unidades de pesquisa estrategicamente espalhadas pelo Estado, a fim de desenvolver tecnologias aplicadas às necessidades dos agricultores. A estrutura da empresa conta, ainda, com 13 centros de treinamento, também espalhados pelo território catarinense com o objetivo de capacitar agricultores, técnicos e outros profissionais do campo.

O joinvilense Waldemar Polzin nasceu no dia 15 de agosto de 1946 e tem sua história relacionada à difusão da música europeia na cidade. Polzin iniciou sua carreira de disc jockey em 1976, na Sociedade 25 de Agosto. Após anos de trabalho e grande paixão pela música, Waldir assumiu o comando da discoteca América Disco Clube. Nato pesquisador, Polzin sempre estava à procura de novidades do universo musical e foi na música alemã que ele enxergou o maior valor, não somente como produto de grande potência comercial para sua loja, mas para o entretenimento das discotecas da época.

Polzin se tornou um ícone da discotecagem e se consolidou pioneiro na difusão cultural da música alemã e europeia em Santa Catarina. Partiu ainda jovem, aos 46 anos de idade, porém, deixou sua história de dedicação e amor à cultura musical em Joinville.(Jornalismo CVJ - Gretchen Gartz)





Jornal do Iririú

Fones: (47) 3025-4832 - 99110-4832 (WhatsApp)

E-mail imprensa@jornalbairros.com.br






Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina