Notícia

Novo ciclone subtropical pode se formar na costa da Região Sul

Foto: Terra

Uma grande e forte frente fria vai chegar ao Brasil no domingo, 15 de maio. Além de muito frio, chuva e talvez até neve, desde o dia 12 de maio, esta frente fria os meteorologistas viram mais um motivo que torna esta frente fria muito especial: o ciclone extratropical associado a esta frente fria se intensifica muito e passa a ter um deslocamento em direção ao continente.

Ciclone retrógrado
 
O movimento retrógrado do ciclone extratropical não é normal e foi isto que despertou a atenção dos meteorologistas. O movimento comum deste tipo de sistema na costa do Brasil é ir da região próxima ao continente para  alto-mar.
Imediatamente vieram as indagações: Será  que vai virar um furacão? Teremos um Catarina 2? Pode ser um ciclone subtropical?

O furacão Catarina teve movimento retrógrado e avançou do mar para o continente. Lembrar deste sistema foi natural para os meteorologistas, quando viram as imagens das simulações da circulação do ventos dos principais modelos atmosféricos feitos em supercomputadores

Não é um novo Catarina
Não teremos um novo furacão Catarina, mas mesmo assim, esta forte baixa pressão atmosférica que ficará perto da costa do Sul do Brasil entre os dias16 e 18 de maio de 2022, vai provocar ventania em várias áreas da Região Sul

 Para elucidar dúvidas, a Climatempo foi conversar com o professor  Luiz Felipe Gozzo, da Unesp/Bauru. Ele é meteorologista e pesquisador na área de ciclones tropicais, subtropicais e furacões.





Jornal do Iririú

Fones: (47) 3025-4832 - 99110-4832 (WhatsApp)

E-mail imprensa@jornalbairros.com.br






Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina