Notícia

MP da Itália investiga crimes de guerra contra ucranianos

Foto: Terra

O inquérito foi instaurado pela Procuradoria da República em Bari, após a Agência para Cooperação em Justiça Criminal da União Europeia (Eurojust) ter pedido aos ministérios públicos dos Estados-membros a "conservação e análise de provas relativas a crimes contra a humanidade cometidos na Ucrânia".

Os investigadores já coletaram os depoimentos de diversos refugiados em fuga da guerra e que chegaram nas últimas semanas à região da Puglia, onde fica Bari. De acordo com fontes ligadas ao inquérito, todos os ucranianos que desembarcam na região são ouvidos pela polícia.

Até o momento, a Itália já recebeu mais de 100 mil refugiados da Ucrânia, sobretudo mulheres e menores de idade.

Kiev acusa Moscou de atacar alvos não militares e a população civil durante a invasão, especialmente em cidades dos arredores da capital, como Bucha e Irpin, onde foram encontrados cadáveres jogados nas ruas, corpos com sinais de tortura e valas comuns com dezenas de mortos.






Jornal do Iririú

Fones: (47) 3025-4832 - 99110-4832 (WhatsApp)

E-mail imprensa@jornalbairros.com.br






Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina