Refletindo Ideias

Amizade

Sidônio Cassol - Professor, com pós-graduações em Psicopedagogia e Pesquisa e Ciência da Educação. Parapsicólogo pelo Instituto de Parapsicologia e Ciências Mentais de Joinville. Palestrante motivacional, comunicador de Rádio e escritor. Membro da Associação Internacional de Lions Clubes. Reside em Joinville, é casado, pai de três filhos e avô de 4 netos

Da redação - Sidônio Cassol - 20/7/222

Amizade é a relação afetiva entre os indivíduos. É o relacionamento que as pessoas

têm de afeto, atenção, apreço e carinho por outras que possuem um sentimento de

lealdade e proteção. A amizade pode existir entre homens e mulheres, irmãos,

namorados, casais, parentes, pessoas com diferentes vínculos. Porém, gostaria de

frisar que em nossas relações humanas, formamos um tripé: Eu, natureza (Deus) e

para completar, o outro. Por que o Eu aparece primeiro? Antes de me relacionar com

as pessoas, devo ser amigo de mim mesmo. Eu sou o meu maior amigo: acreditar,

confiar, saber quem sou, porque sou assim e o que represento para os outros...

Então quem somos nós? Segundo o filósofo grego Aristóteles: "Nós seres

humanos, somos um animal racional". Enquanto todos os seres puramente naturais

são determinados pelos instintos, nós humanos somos indeterminados, livres e

pensantes com laços de afeição, estima e dedicação recíproca.

A amizade é um sentimento mútuo. Não é possível ser amigo de alguém que

não seja nosso amigo. É uma relação de afeto que se desenvolve no tempo a partir de

encontros sucessivos que nos revelam novas perspectivas, fazendo-nos compreender

um ao outro. E nesta confiança mútua, não há distância que venha a separar os amigos

ou amigas, por ser uma relação descontínua. Podemos passar muito tempo sem nos

vermos, mas quando nos reencontrarmos, é uma alegria imensa.

Neste contexto, lembramos aqui, o nosso relacionamento familiar: Uma

relação de afinidade, reciprocidade, ajuda mútua, respeito e confiança criada

entre os seus membros. Vamos somando ideias, amores, a fé e a força da

amizade. Ou seja, no dia-a-dia, contribuímos para a construção da nossa

própria identidade, ideias e valores, sensação de pertencimento e objetivos de

vida, com afeto, compreensão e confiança.

É no seio da família que começamos a entender a importância das grandes

amizades. O próprio crescimento do amor, vai depender da amizade entre seus

componentes. Os afetos são fundamentais na natureza humana, como a racionalidade,

a qualidade do nosso agir e das razões de nossas ações, nunca esquecendo dos

momentos importantes vividos em nossos relacionamentos. Uma boa forma de

demonstrar a importância da amizade que nos une, é felicitar o outro pelos sucessos

alcançados ou relembrar das nossas felizes jornadas, como bem se refere Roberto

Carlos em sua melodia: "Você meu amigo de fé, meu irmão camarada, amigo de tantos

caminhos e tantas jornadas".

Finalizando:

A Bíblia nos ensina que a amizade é um bem precioso, que devemos valorizar.

Amigos não só fazem companhia, mas também ajudam, aconselham, fortalecem e

consolam uns aos outros. A amizade é uma expressão do amor de Deus.

Nos situando nas datas:

20 de julho: Dia Internacional do Amigo (oficial)

Existem outras comemorações não oficiais: 18 de abril; 30 de julho e o

Dia do Amigo do Face book, em 4 de fevereiro.



Jornal do Iririú

Fones: (47) 3025-4832 - 99110-4832 (WhatsApp)

E-mail imprensa@jornalbairros.com.br






Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina